A comida egípcia : Um desafio à parte para o peregrino.

A comida egípcia não deixa o peregrino voltar para casa antes de viver um experiência marcante.

Depois de chegar ao Cairo e se encaminhar ao hotel, você espera por duas coisas, uma delas é um bom quarto de hotel para uma boa ducha e o descanso depois de horas de vôo, a outra é um prato de comida. Afinal, você faz todo um investimento para que a viagem seja realmente inesquecível.

A questão é que, quase sempre peregrinos se esquecem que estão viajando para “um outro mundo”. Países como o Egito são realmente muito diferentes do que imaginamos, inclusive a comida egípcia. Acredite, nosso estômago não está preparado para isso..rs. A comida egípcia é bem condimentada e apimentada, bem mesmo, até para os padrões dos que adoram pimenta aqui no Brasil.

Não, não é ruim, na verdade o adjetivo é “diferente” e gostosa, porém como peregrinos brasileiros fazem umas 4 refeições no Cairo, para quem não está acostumado como a maioria, tome cuidado, pois acima de tudo, a comida egípcia é muito convidativa, colorida e por isso muita calma nessa hora. Os temperos são outros e somados a fatores como o clima desértico o estômago pode reclamar um pouco.

Minha dica: Experimente, mas em pequenas porções e com muito cuidado mesmo. Outra coisa, coma a comida do hotel, não se arrisque a experiências radicais de comer em locais duvidosos (tipo no centro de São Paulo…rs), sei que normalmente você deve tomar esses cuidados, porém, no Egito, cuidado redobradíssimo!!!

Na dúvida, leve alguns medicamentos para o dia-a-dia, e inclua um para “normalização da flora intestinal”,…rs.

Fonte: Portal a Terra Santa

Leave a Comment